Mais uma boa notícia sobre o câncer de pulmão: A Anvisa autorizou o uso combinado da imunoterapia - que faz com que o próprio organismo do paciente combata as células cancerosas - com a quimioterapia. Um estudo aponta que esse tratamento combinado reduz em 51% o risco de progressão da doença ou morte, em comparação ao tratamento convencional da quimioterapia isolada. Confira em O Globo.
Leia mais: https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/anvisa-aprova-uso-combinado-de-imunoterapia-quimioterapia-para-tratar-cancer-de-pulmao-22766240#ixzz5IK5JtUba
stest
17 de junho às 19:30Ver no facebook



Pesquisadores do Dana-Farber Cancer Institute, nos Estados Unidos, afirmam que o diagnóstico funcionaria da seguinte maneira: ao se instalar no pulmão, o tumor pode liberar pequenos fragmentos de DNA na circulação. O exame de sangue avaliaria a expressão gênica desses pedaços usando o sequenciamento do genoma. Dessa forma, o médico seria capaz de flagrar a presença do câncer na leitura do resultado. Confira na reportagem da Revista Saúde
14 de junho às 20:30Ver no facebook



Pessoas que não praticam atividade física têm mais chance de desenvolver doenças como câncer de mama e câncer colorretal, além de infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral). Por isso, a Organização Mundial de Saúde lançou uma meta global: que seus países-membros se comprometam com a redução do sedentarismo em 10% até 2025 e em 15% até 2030.
12 de junho às 20:30Ver no facebook



Estudo publicado na revista Annals of Oncology evidencia que, com o avanço da tecnologia, esses sistemas podem fazer a detecção precoce de doenças como câncer de pele, pulmão e mama de forma comparável ou até melhor que médicos com anos de experiência. Confira na reportagem de O Globo.
10 de junho às 19:30Ver no facebook



Cientistas identificaram um elemento que inibe de modo seguro a metástase em camundongos. A descoberta abre caminho para novos agentes terapêuticos contra o alastramento de cânceres agressivos, como o de pâncreas. Confira na reportagem da Revista Onco&.
7 de junho às 20:30Ver no facebook



Sete em cada 10 mulheres com o tipo mais comum de câncer de mama não precisariam da quimioterapia. Um teste genético, que não é acessível no Brasil, pode ser usado para identificar as pacientes de menor risco que poderiam ser poupadas do tratamento.
5 de junho às 20:30Ver no facebook



O número de pessoas que desenvolverão câncer associado à obesidade ou sobrepeso - como tumores de mama, cólon e próstata - deve dobrar no Brasil até 2025, em comparação a 2012, quando foram diagnosticados 15 mil para cada 470 mil novos casos. É a conclusão de um estudo, publicado na revista Cancer Epidemiology, que estimou o grau de associação do índice de massa corporal (IMC) com a incidência de câncer no país. Confira na reportagem do SciDev.Net (em inglês).
3 de junho às 19:30Ver no facebook



Você já assistiu às apresentações dos finalistas do FameLab 2018, a maior competição de divulgação científica do mundo? Na edição brasileira, promovida pelo British Council Brasil, quatro dos 11 concorrentes abordaram a temática do câncer de uma forma criativa! Um deles é a farmacêutica Laura de Freitas, que pesquisa uma técnica alternativa à quimioterapia que utiliza a luz como tratamento. Confira:
31 de maio às 20:30Ver no facebook



O pesquisador do Programa de Oncobiologia da UFRJ Franklin Rumjanek comenta um estudo publicado em maio na revista Nature sobre a possibilidade de se tratar o câncer por meio dos chamados vírus oncolíticos, modificados por engenharia genética para destruir células tumorais.
29 de maio às 20:30Ver no facebook



Você sabe a diferença entre tumor benigno e maligno?
#câncercomciência
Arte: Thaís Fontenelle
Conteúdo: Mariana Alberti
27 de maio às 19:30Ver no facebook



Ver mais no Facebook