acubens museu virtual de cancer

Menu
Audiodescrição

Libras

Saiba mais
Quarto do Casal - painel 2

Presidente da Sociedade Brasileira de Urologia fala sobre o câncer de próstata

O câncer de próstata é a neoplasia mais comum entre os homens, representando mais de 40% dos tumores que atingem o sexo masculino a partir dos 50 anos. De acordo com Dr. Jose Carlos de Almeida, médico urologista e presidente da Sociedade Brasileira de Urologia, o diagnóstico precoce continua sendo a arma mais eficaz contra esse tipo de câncer. Os exames preventivos como o PSA e Toque Retal continuam sendo imprescindíveis.

Quais os exames que o homem deve fazer para a prevenção do câncer de próstata? A partir de que idade?

José Almeida - A prevenção do câncer de próstata se divide em duas frentes: Os homens que já tem histórico familiar para o câncer de próstata e aqueles que não têm histórico familiar. A maneira mais segura de curar o câncer de próstata é descobrindo-o precocemente, ou seja, fazendo os exames preventivos.

Os homens que tem histórico familiar devem fazer os exames preventivos anualmente (PSA e o Toque retal) a partir dos 40 anos de idade. Já aqueles que não têm histórico na família devem fazer os exames preventivos a partir dos 50 anos. Não se deve esperar pelo aparecimento dos sintomas para recorrer ao exame preventivo. O câncer de próstata não dá sintomas. Seguramente, quando os sintomas começarem a se manifestar, a doença já estará em estágio avançado.

Em sua opinião, o que ainda impede que os homens se cuidem? Como isso poderia ser mudado?

Acredito que o maior empecilho para que os homens cuidem de sua própria saúde é a própria cultura machista, preconceito e a falta de informação. Por esse motivo, iniciativas que promovem a educação e a informação são tão importantes.

Quais são os principais sintomas do câncer de próstata?

José Almeida - O câncer de próstata não emite sintomas. Quando surge algum sintoma da doença, o câncer já está em estágio avançado. É uma doença silenciosa. Por esse motivo, os exames preventivos são tão importantes. O PSA e o exame de Toque podem diagnosticar precocemente qualquer alteração. Não se pode esperar o paciente estar em um estágio avançado, como por exemplo, urinar sangue, para detectar a doença.

Existem fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de próstata?

José Almeida - Ainda hoje é muito questionado quais fatores de risco são preponderantes para o desenvolvimento do câncer de próstata. Podemos dizer que os fatores externos tais como: sedentarismo, má alimentação, obesidade podem influenciar no surgimento da doença. No entanto, sabe-se que para o câncer de próstata o fator genético, ou seja, histórico familiar da doença é o maior responsável. Assim, o histórico familiar é muito importante.

Quais os tratamentos para o câncer de próstata?

José Almeida - O câncer de próstata pode ser tratado de diversas maneiras. O método selecionado depende de seu estágio, velocidade de crescimento, idade e saúde geral do paciente. Todos esses fatores podem e devem ser completamente discutidos com seu médico. Em casos de estágio inicial é indicado o tratamento cirúrgico, isto é, a retirada total da próstata. Já em casos mais avançados é utilizado o bloqueio hormonal, ou seja, é utilizado medicamentos que impedem o crescimento hormonal (testosterona).

Quais os efeitos colaterais mais frequentes?

Os principais efeitos colaterais são: De 9 a 10% incontinência urinária e de 20% a 80% impotência.

Quais são os principais objetivos da Campanha de Conscientização sobre o Combate ao Câncer de Próstata da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU)?

A Campanha Nacional de Combate ao Câncer de Próstata tem como objetivo explicar a importância da prevenção e com isso, desmitificar as formas de tratamento. É preciso enfatizar que a prevenção é a única forma de se diagnosticar o câncer em estágio inicial, quando ele é curável em 90% dos casos. É preciso conscientizar os homens de que a doença não tem sintomas, ou seja, não se pode esperar sentir alguma coisa para procurar um urologista.

Fonte: Instituto Oncoguia (2012)

http://www.oncoguia.org.br/conteudo/presidente-da-sociedade-brasileira-de-urologia-fala-sobre-o-cancer-de-prostata/2167/426/

desenvolvido por corbata informatica